"Fui eu o leão que o forçou a encontrar-se com Aravis. Fui eu o gato que o consolou na casa dos mortos. Fui eu o leão que espantou os chacais para que você dormisse. Fui eu o leão que assustou os cavalos a fim de que chegassem a tempo de avisar o rei Luna. E fui eu o leão que empurrou para a praia a canoa em que você dormia, uma criança quase morta, para que um homem, acordado à meia-noite, o acolhesse." (As Crônicas de Nárnia - C. S. Lewis)
contador gratuito
sexta-feira, Novembro 8, 2013

Somente escrever não é o suficiente. Escrever é como expurgar esses males que nos aprisionam, que nos intimidam e nos tornam mais livres. Escrever é como brincar de Deus e poder criar mundos e vidas apartir do limite da sua própria imaginação. E imaginação é algo que não devemos pôr limites. Escrevo, e continuo escrevendo por amor. Mas nada é mais inspirador, maravilhoso e delirante do que escrever ouvindo músicas que tocam no nosso inconsciente. No momento, escrevo ouvindo a compilação de singles do Gorillaz, Laika Come Home.

segunda-feira, Outubro 28, 2013
quarta-feira, Setembro 25, 2013
quarta-feira, Setembro 11, 2013
segunda-feira, Setembro 2, 2013
 
Próxima página